Pássaros sem asas: uma compreensão sobre a educação em prisões

Autor: Andréa dos Santos Oliveira

Resumo: O presente trabalho aborda a educação nas prisões e tem por objeto de estudo a compreensão sobre os limites e possibilidades de desenvolvimento humano do estudante em situação de privação de liberdade. Para tanto, seus objetivos foram: analisar limites e possibilidades de desenvolvimento humano de detentos estudantes, por meio do entendimento da estrutura, funcionamento, normas, regras, conjuntura e relações da prisão e da escola, bem como, por meio da voz dos participantes, verificar como ocorre o trabalho pedagógico e compreender como a educação se processa. A hipótese traçada foi que o ambiente de regras e disciplinas rígidas se destaca na escola da prisão, o que limita os objetivos da educação e, em consequência, as possibilidades de desenvolvimento humano. O quadro teórico apoiou-se no pensamento complexo de Edgar Morin, evidenciando as categorias compreensão e incompreensão, em diálogo com o personalismo de Emmanuel Mounier. A metodologia referenciou-se em fontes de natureza bibliográfica e documental. Trata-se de pesquisa com abordagem qualitativa na análise dos resultados, que teve como procedimento a realização de entrevistas semiabertas com estudantes e professores da unidade prisional Centro de Detenção Provisória II – ASP Paulo Gilberto de Araújo de Chácara Belém II, no município de São Paulo. Foi também observado o contexto da unidade que interage com a escola e sua dinâmica, como é o caso da relação com profissionais, ambientes e espaços. Os resultados da pesquisa revelaram que a incompreensão impera nos ambientes e nas relações da escola da prisão e que, apesar da compreensão dos detentos estudantes sobre a importância de se desenvolver e de construir um projeto de vida, as políticas não são oferecidas adequadamente e as ações de preconceito, poder e violência física e moral impossibilitam-nos de se transformarem; em meio a tantas dificuldades, os professores são os únicos que apoiam os detentos em seu desenvolvimento, por meio do afeto e da compreensão.

Orientador: Cleide Rita Silvério de Almeida

Área de Concentração: Educação

Instituição:  Universidade Nove de Julho / Ano: 2019

Download: PDF

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.