Espaços de leitura como estratégia de (re)socialização de jovens que cumprem medidas socioeducativas na FASE/Porto Alegre

Autor: Daniel Jesus Vieira Magnus

Resumo: Aborda a importância de espaços de leitura na ressocialização de jovens que cumprem medidas socioeducativas, destacando o importante papel do profissional bibliotecário como agente deste processo. Constitui um estudo de caso, que analisa as unidades de informação dos Centros da Fundação de Atendimento Socioeducativo (FASE), localizadas no município de Porto Alegre, e o trabalho que vêm desenvolvendo em prol da ressocialização de jovens que cometeram atos infracionais ao convívio social. Analisa o processo de implementação de leis referentes a menores que praticaram atos infracionais; verifica a existência de projetos direcionados aos espaços de leitura; analisa o perfil dos jovens das casas, bem como dos leitores que utilizam os ambientes de leitura. Analisa, também, a percepção dos profissionais da Instituição com relação à importância desses espaços. Apresenta como referencial teórico a leitura como instrumento de ação reflexiva; o papel das bibliotecas; a função social do bibliotecário; as medidas socioeducativas do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e seu processo de implementação; a caracterização dos regimes de internação e semiliberdade, bem como a importância de bibliotecas como instrumento de ressocialização. Utiliza a entrevista, realizada nas formas virtual e presencial, como instrumento para coleta de dados. A investigação apresenta abordagem qualitativa e relaciona os dados obtidos aos conceitos teóricos do estudo. Conclui que os espaços de leitura são peças fundamentais na ressocialização de jovens que cumprem medidas socioeducativas, já que vários aspectos são trabalhados nestes ambientes em prol do desenvolvimento intelectual e humano. Verifica, porém, que os espaços que a Instituição mantém ainda são muito pouco aproveitados, tanto pela ausência de profissionais qualificados para mantê-los e administrá-los, devido à falta de investimentos governamentais, quanto pelo descaso de grande parte dos profissionais que trabalham nas casas.

Orientador: Ana Maria Mielniczuk de Moura

Área de concentração: Biblioteconomia 

Instituição:  Universidade Federal do Rio Grande do Sul / Ano: 2012

Download: PDF 

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *