Educação no sistema prisional : uma alternativa possível?

Autor: Fabiane Viegas Maia

Resumo: A pesquisa aqui apresentada busca investigar e problematizar os processos educacionais no sistema prisional. O tema orientador da pesquisa – a prisão, a punição e a educação no sistema prisional – tem por objetivo a compreensão dos problemas que afetam as prisões. Por consequência, explicitando seus pressupostos educativos, principalmente o lado do discurso punitivo do combate à violência, nos julgamentos nos tribunais e, finalmente, chegando à prisão. A análise da pesquisa parte de um estudo de caso realizado no ano de 2011, na Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ), a qual é integrante do sistema prisional do Rio Grande do Sul. O estudo de caso é um dos modos de fazer pesquisa em ciências sociais. Através de experimentos, levantamentos, pesquisa histórica e análise documental. Uma das hipóteses de trabalho é ver o exemplo claro do fracasso nos dá a prisão. A pena de prisão não serve como elemento de ressocialização e não reinsere socialmente. Porém, entendo que através da educação se pode reeducar, se pode ressocializar e realmente combater a criminalidade. É fato que, sem um avanço social e política educacional eficiente, a prisão serve apenas para estigmatizar e rotular o preso, que, ao sair da cadeia, encontra-se numa situação muito pior do que quando entrou. Tal objetivo se deve ao fato de que, no Estado do Rio Grande do Sul, a educação no sistema prisional tem se destacado como tema apenas de discussão entre as secretarias – Secretaria de Educação (SEDUC) e a Superintendência de Serviços Penitenciários (SUSEPE) – não efetivado, na prática, com projetos e/ou programas. Por sua vez, a sociedade pouco reflete sobre a educação nos espaços prisionais e a prisão, porque se trata de uma problemática complexa, que envolve diferentes grupos sociais.

Orientador: Paulo Peixoto de Albuquerque

Área de concentração: Educação

Instituição:  Universidade Federal do Rio Grande do Sul / Ano: 2012

Download: PDF

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *