Educação de jovens e adultos nos espaços de privação de liberdade:” olhares” sobre os estudantes

Autor: Camila Rosilda Vigganigo

Resumo: Este trabalho tem como objetivo realizar uma análise sobre as abordagens das pesquisas que tratam dos sujeitos da Educação de Jovens e Adultos (EJA), nos contextos de privação e restrição de liberdade. A pesquisa, com uma abordagem qualitativa, teve como procedimentos metodológicos levantamentos bibliográficos e documentais. Um breve histórico da EJA foi delineado com base na produção de Haddad e Di Pierro (2000). Para a compreensão dos sujeitos da EJA utilizei produções de Dayrell (1996), com articulações a Arroyo (2005) e Laffin (2007) para compreender as especificidades sobre a modalidade. Nas discussões sobre os sujeitos em situação de privação ou restrição de liberdade e a educação nesses espaços me apropriei dos estudos de Ireland (2010), Resende (2011) e Onofre (2007, 2015). Diante desse processo investigativo constatei que existem muitas pesquisas que contemplam os espaços de privação e restrição de liberdade, porém ainda existem poucas pesquisas que tratam das especificidades dos sujeitos da EJA tendo em vista os contextos prisionais. Um dos resultados da pesquisa possibilitou perceber que os estudos levantados buscam discutir, em sua grande maioria, as percepções dos sujeitos que estão em situação de privação e restrição de liberdade sobre a educação escolar e a própria prisão, o que nos leva a entender que existem movimentos para a escuta e compreensão destes sujeitos.

Orientador: Maria Hermínia Lage Fernandes Laffin

Área de concentração: Pedagogia

Instituição:  Universidade Federal de Santa Catarina Ano: 2016

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.