Demandas de informação em espaços de leitura de instituições carcerárias do RS

Autor:  Ketlyn Damaceno Sansonoviz

Resumo: Este trabalho propõe-se a analisar as demandas de informação provenientes de espaços prisionais para o Banco de Livros, que, através do Projeto Passaporte para o Futuro, oferece a apenados e apenadas acesso a livros e informação, trazendo luz a um tema pouco citado no meio científico e mesmo desconhecido por grande parte dos profissionais de informação. O presente trabalho discute acerca da leitura em instituições carcerárias como alternativa de ressocialização dos apenados, descreve o projeto Passaporte Para o Futuro e arrola as demandas de informação advindas das prisões e encaminhadas ao Banco de Livros, categorizando-as segundo a situação dos espaços de leitura, bem como sob o ponto de vista de assuntos. Esta pesquisa se caracteriza como de natureza básica com uma abordagem qualitativa. Para tanto, foi utilizado o método exploratório-descritivo. O procedimento técnico utilizado é a pesquisa documental oriunda da responsável pelo Projeto Passaporte para o Futuro ao longo do primeiro semestre de 2017. Conclui, através de análise e interpretação de conteúdo, que não há padrões com relação às demandas estudadas.

Orientador: Rodrigo Silva Caxias de Sousa

Área de concentração: Biblioteconomia

Instituição: Universidade Federal do Rio Grande do Sul / Ano: 2017

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.