Biblioteca prisional e biblioterapia como instrumentos de ressocialização

Autor: Nádia da Silva Alexandre

Resumo: Analisa a biblioteca e a biblioterapia no espaço prisional, produzindo uma relação de proximidade entre os dois temas. Evidencia a importância do profissional da informação enquanto mediador da informação e auxiliar na prática da biblioterapia no sistema prisional. Deste modo, o profissional contribui para a recuperação e ressocialização do apenado, apresentando o uso da leitura como meio de abstração, minimizando assim a sensação de confinamento. Destaca a evolução do sistema penitenciário mundial ao longo dos séculos e o aparelho prisional brasileiro no contexto atual. Como pesquisa documentária, o trabalho se caracterizou pela revisão de literatura sobre os temas de Biblioteca Prisional, Escola Prisional, Biblioterapia e Leitura Terapêutica. A coleta de dados ocorreu por meio de buscas na base de dados da Biblioteca da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária e no site da mesma. Os resultados obtidos confirmam, mesmo de maneira tímida, a eficácia da biblioterapia e da biblioteca no sistema prisional, pois ambas permitem ao indivíduo privado de liberdade buscar novos caminhos longe do mundo do crime. Procura-se fazer uma reflexão sobre o papel social do bibliotecário no meio prisional e de que forma os profissionais podem contribuir para evitar o regresso dos detentos ao mundo do crime. Conclui-se que, além de incentivar debates e pesquisas pertinentes que forneçam subsídios ao tema, no que compete à reeducação e reinserção dos detentos à sociedade, a biblioterapia e as bibliotecas nos espaços prisionais são recursos importantes no processo de reabilitação, podendo contribuir para a diminuição da reincidência criminal

Orientador: Esther Hermes Lück

Área de concentração: Biblioteconomia e Documentação

Instituição:  Universidade  Federal Fluminense / Ano: 2016

Download: PDF

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.