Biblioteca da penitenciária de Florianópolis: um espaço sociocultural e educativo

Autor:  Amabile Costa

Resumo: Este trabalho versa sobre as manifestações de importância dos colaboradores do complexo penitenciário de Florianópolis no que tange a sua Biblioteca. A pesquisa tem como fundamentação conceitual aspectos relevantes ao sistema prisional brasileiro, as características das instituições penais e da comunidade carcerária. Além disso, apresenta as legislações presentes no Brasil referente à educação prisional e às bibliotecas prisionais. Também, aponta-se conceitos, características, definições e objetivos das bibliotecas prisionais no Brasil e nos seguintes países: Estados Unidos da América, Canadá, Polônia, Reino Unido, Alemanha, Japão, Chile e Escandinávia. Em relação aos procedimentos metodológicos, a pesquisa é descritiva, exploratória,  bibliográfica e qualitativa. Utilizou-se um questionário para coleta e para análise dos dados optou-se pela análise de conteúdo de Bardin, com três categorias: Vivências e experiências nas bibliotecas, percepção em relação a biblioteca da Penitenciária de Florianópolis e papel social da biblioteca e atendimento as apenadas. Como resultados ressalta-se que os colaboradores destacam a importância da Biblioteca tendo em vista a organização do seu acervo e o empréstimo de livros, na remição da pena por meio da leitura e ainda, possuem consciência de que a Biblioteca da Penitenciária de Florianópolis tem como público-alvo principal os reeducandos do Complexo e tem relevante papel educativo, social e cultural.

Orientador: Daniella Camara Pizarro

Área de concentração: Ciências Humanas e da Educação

Instituição:  Universidade do Estado de Santa Catarina / Ano: 2017

Download: TCC – Amabile Costa

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.