A importância das bibliotecas prisionais

Autor: Isabelle Ariane Ribeiro da Silva

Resumo: Apresenta-se um breve desenvolvimento histórico das bibliotecas com vista a elucidar a importância das bibliotecas prisionais. Defende-se a validação do direito dos apenados em ter uma biblioteca no meio no qual estão inseridos a partir da perspectiva de que tal direito é de todos, além de estar previsto na Lei de Execuções Penais (LEP). Busca-se compreender ainda parâmetros para que tal direito possa ser cada vez mais posto em prática, assim como a efetiva atuação do profissional bibliotecário no ambiente do cárcere, visando que eles exerçam sua responsabilidade social. Expõem-se também relatos das apenadas do Complexo Penal Dr. João Chaves com o objetivo de reforçar a importância das bibliotecas prisionais. Conclui-se que as bibliotecas prisionais são instituições fundamentais nesse processo de acesso à informação e incentivo à leitura, colaborando de modo efetivo para a melhoria da vida dos apenados durante e após esse momento de cerceamento da liberdade.

Orientador: Gabrielle Francinne de Souza Carvalho Tanus

Área de concentração: Biblioteconomia

Instituição:  Universidade Federal do Rio Grande do Norte /Ano: 2017

Download: PDF

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.