A importância da formação de professores na Penitenciária de Segurança Máxima Criminalista Geraldo Beltrão em João Pessoa-PB

Autor: Klebson Felismino Bernardo

Resumo: O presente trabalho propõe-se a analisar a Formação de Professores na Penitenciária de Segurança Máxima Criminalista Geraldo Beltrão, na cidade de João Pessoa/PB a partir da abordagem qualitativa. Para o seu desenvolvimento, foram utilizados os pressupostos teórico-metodológicos da pesquisa exploratória (relatos do diretor, professores e apenados), da análise bibliográfica e da experiência adquirida in loco. Abordar esse tema é uma demanda urgente de se pensar na formação de um educador capaz de atuar com jovens e adultos em situação de privação de liberdade, no exercício da docência. O educador que atua no sistema prisional necessita de uma formação específica, entendendo as demandas que deverão ser cumpridas para que a educação possa ocorrer de forma equilibrada. Com essa pesquisa, pretende-se promover uma visão panorâmica sobre o surgimento da prisão; como estão sendo ofertados o direito dos apenados na prisão; o professor do contexto penitenciário Geraldo Beltrão, a formação do professor da Penitenciária Geraldo Beltrão, desafios e possibilidades em um ambiente onde os docentes carecem de uma formação norteadora. A pesquisa expõe em caráter exploratório as especificidades do mundo da prisão, os desafios no exercício da docência. Além dos paradoxos existentes na prisão e os entraves que dificultam ações educativas em seu interior, observaremos que, através da formação específica/qualificada dos professores e da garantia da educação a esses sujeitos, teremos condições de oportunizar à população carcerária a possibilidade de reconstitui-se em um ambiente tão complexo e repressor.

Orientador: Timothy D. Ireland

Área de concentração: Ciências Aplicadas e Educação

Instituição:   Universidade Federal da Paraíba Ano: 2017

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.