A implementação da modalidade “educação de jovens e adultos (EJA)” na penitenciária feminina de Sant’ana: uma experiência para além dos muros da prisão

Autor: Mayara Luiza Silva

Resumo: O presente trabalho de conclusão de curso se propõe a investigar o processo de implementação da modalidade Educação de Jovens e Adultos (EJA) na Penitenciária Feminina de Sant’Anna, na capital paulista. Considerando que a Secretaria de Educação do estado de São Paulo assumiu a responsabilidade sobre a oferta da educação formal no sistema prisional em 2013, este estudo está baseada em pesquisa de campo realizada em março de 2015, que adotou como metodologia entrevistar educandas e profissionais da educação daquela unidade. São adotados como referenciais teóricos Beisiegel (1974), Cury (2000), Foucault (2013), Freire (Id. 1989., Id. 1996., Id. 2005), Graciano (2005), Graciano e Haddad (2017), Graciano e Schilling (2008), Ireland (2012), Maia (et al. 2009), Mastrobuono (1999), Onofre e Julião (2013), Português (2001), e resultados de pesquisa de Ação Educativa (2013). Conclui-se que a experiência da EJA na unidade é significativa para educandas e educacores(as), que fazem referências mútuas sobre respeito, admiração e satisfação no encontro proporcionado pela relação ensino-aprendizagem, mas também marcada pela precariedade material, ocasionada pela omissão do Estado.

Orientador: Mariângela Graciano

Área de concentração: Educação

Instituição:   Universidade Federal de São Paulo Ano: 2018

Download: PDF

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.