Educação carcerária na Penitenciária Modular do Município de Osório/RS

Autor: João Manoel Gonzalez Ramos Resumo: O presente estudo busca compreender que olhar os encarcerados da Penitenciária Modulada Estadual de Osório/RS tem a respeito da educação carcerária. Trata-se de uma análise documental que busca através de documentos proporcionados pela própria instituição, bem como entrevistas com os encarcerados, mapear as opiniões… Continue reading

Projeto incentiva leitura e produção de resenhas entre presos

Com incentivo à leitura, projeto Resenha Livre busca desconstruir o estigma em relação aos presos por meio da literatura O hábito da leitura não está entre os mais populares em nosso país. Pesquisa recente sobre o tema indica que o brasileiro lê menos de cinco livros por ano. Essa média… Continue reading

Implementação da assistência educacional em estabelecimentos penais: estudos de caso – Mato Grosso do Sul e São Paulo

Autor: Flávia Fernandes Pinto Resumo: Este trabalho pretende investigar o processo de implementação das políticas públicas de educação – formal e não formal – aos privados de liberdade no estado do Mato Grosso do Sul (MS) e de São Paulo (SP). Essa análise será feita a partir das legislações nacionais… Continue reading

Aula de crochê na cadeia muda realidade de presos

Por Júlia Marques, O Estado de S. Paulo Designer ensina técnica em penitenciária de Guarulhos; ex-preso já trabalha com a arte e quer abrir o próprio negócio Anderson Figueredo lembra bem quando, há um ano e meio, um professor chegou à cadeia com a sacola recheada de linhas e agulhas…. Continue reading

Menos de 13% da população carcerária tem acesso à educação

Por Cida de Oliveira, da RBA Em vez de política de Estado, educação prisional é tratada como programa eventual de governo. Faltam espaço e material pedagógico adequado, e os professores, temporários, não recebem treinamento São Paulo – Dos mais de 700 mil presos em todo o país, 8% são analfabetos,… Continue reading

Presos recebem certificado por projeto de leitura

Apesar dos 52 anos a que Cláudio Paiva, 40, foi condenado, ele ainda nutre esperança de uma vida fora da prisão. Quatro anos da sentença já foram cumpridos no Instituto Penal Professor Olavo Oliveira (IPPOO) II, em Itaitinga, na Grande Fortaleza. “O que eu tiver que fazer pra sair daqui,… Continue reading