As barreiras encontradas para o uso da tecnologia midiática na educação dos discentes privados de liberdade

Autor: Agnes Pastore

Resumo: A educação no sistema penitenciário está intimamente relacionada ao termo reconstrução. É através da educação que se percebe condições de criar e recriar conceitos visando um novo projeto de vida para cada um dos acautelados envolvidos. Diante de tal observação e sabendo da importância da utilização da tecnologia midiática para a formação dos discentes no ensino regular, o presente trabalho buscou trazer informações desconhecidas do ensino e o uso das mídias dentro dos muros de um presídio. Dessa forma, o presente relatório buscou demonstrar as barreiras encontradas para a implementação da tecnologia midiática na Unidade Prisional de Leopoldina/MG e suas especificidades devido às regras da escola serem submetidas às regras da Unidade, demonstrando a importância do trabalho dos docentes envolvidos na formação desses alunos em situação de cárcere. Os instrumentos para análise da investigação foram coletados no âmbito escolar através de entrevistas com os docentes e com registros de fotografias da operacionalização das atividades escolares.

Orientador: Amanda Sangy QuiossaMarianna Panisset Pedreira Ferreira Ribeiro

Área de concentração: Educação

Instituição:   Universidade Federal de Juiz de Fora / Ano: 2019

Download: PDF

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.