Educação para cidadania no cárcere

Diretora responsável: Daniella Meggiolaro

Associadas coordenadoras: Mariana Chamelette Luchetti Cavi e Renata Mariz de Oliveira

Coordenador pedagógico: Anderson dos Santos Antônio

Com a primeira edição realizada em 2010, o projeto Educação para a Cidadania no Cárcere vem crescendo, ganhando força e reconhecimento junto aos atores do sistema prisional. Trata-se de um curso oferecido pelo IDDD nos centros de detenção provisória e penitenciárias da capital e Grande São Paulo, no qual a participação dos advogados associados ao Instituto é um diferencial de sucesso para a proposta.

Cada módulo é organizado em 16 encontros de formação, que duram em média três meses, e conta com a colaboração de associados voluntários, que atuam sob orientação de uma coordenadora pedagógica contratada pelo Instituto. Os assuntos abordados vão desde noções básicas de cidadania e organização do Estado até a compreensão do direito penal, do processo penal e da execução da pena. Abordam-se, ainda, temas essenciais da área de direitos humanos e atualidades do Direito, além daqueles de interesse dos participantes. Os conteúdos são tratados sempre de maneira dialógica e crítica, baseando-se no referencial dos presos para a construção coletiva do conhecimento, como prevê a educação popular pautada nos ensinamentos de Paulo Freire.

O objetivo principal do projeto Educação para Cidadania no Cárcere é, por meio do compartilhamento de informações básicas, instrumentalizar o preso para a busca da observância de seus direitos fundamentais, em especial uma defesa de qualidade e o pleno acesso à Justiça, contribuindo para o fortalecimento da cidadania daqueles que estão privados de sua liberdade.

Acompanhe aqui

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.