Clube de leitura palavra mágica

Autor: Luciana Paschoalin, Galeno Amorim

Resumo: Em resposta ao diagnóstico e análise dos dados sobre o comportamento leitor da população brasileira feitos pela pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, a Fundação Palavra Mágica – mantenedora do Observatório do Livro e da Leitura, que coordenou o referido estudo – passou a elaborar propostas para ajudar a modificar a realidade mostrada. Para tanto, criou um projeto–piloto chamado Projeto Clube de Leitura Palavra Mágica, que consiste na implantação de 100 clubes de leitura no município de Ribeirão Preto (SP) e monitoramento das práticas de leitura. Cada clube possui entre 10 e 20 membros com algum tipo de afinidade entre si que se propõem a ler um mesmo livro por mês e ter encontros presenciais para falar sobre a leitura realizada. Os livros são emprestados pela Fundação Palavra Mágica. Uma vez por mês são realizados encontrados com autores. O objetivo é fomentar a prática social da leitura. O público–alvo são jovens e adultos alfabetizados: alunos do Ensino Médio, EJA (Educação de Jovens e Adultos), e oficinas de leitura e escrita; funcionários de empresas, membros de categorias profissionais, vizinhos, usuários de espaços públicos (bibliotecas, escolas, centros culturais, projetos e programas, postos de saúde, igrejas, clubes de serviço, sindicatos, presídios, asilos etc.) e grupos com algum tipo de afinidade, seja cultural, profissional, religiosa, política etc. Os livros são distribuídos um mês antes e devolvidos no encontro mensal para serem utilizados em rodízio por outros clubes. Os coordenadores– voluntários recebem materiais e formação. Os membros registram suas experiências no blog do projeto e tem seu comportamento leitor permanentemente monitorados, inclusive com pesquisas qualitativas, para avaliar o impacto da ação.

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.