Leitura leva ex-presidiário ao título de mestre em Educação

Dissertação poderá virar livro para dar acesso às pessoas à pesquisa e a trajetória incomum do autor

Itamar Xavier: mestre em educação pela Unoeste, trabalha a arte do grafite com alunos do ensino fundamental

Filho de moradores de rua em São Paulo, pai alcoólatra e mãe com transtornos mentais, Itamar Xavier de Camargo, hoje com 38 anos, começou cedo no crime e no uso de drogas. Foi interno da Fundação do Bem-estar do Menor (Febem) e presidiário, mas encontrou na leitura, associada à vida cristã, o caminho para reescrever a sua história que acaba de ganhar um novo capítulo: o da conquista do título de mestre em Educação.

Xavier pesquisou sobre a formação de leitores, tendo o professor como mediador. Sua dissertação, levada à defesa pública na tarde desta quinta-feira (26), deverá ser publicada em livro, por sugestão da banca examinadora. Entendendo que o assunto fica restrito ao meio acadêmico, se seguir apenas praxe da publicação científica, as avaliadoras sugeriram o livro, para proporcionar acesso a um público mais abrangente.

Leia matéria completa

 

 

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.