Direito no Cárcere celebra o aniversário de cinco anos de atuação no Presídio Central de Porto Alegre

Redação Jornal Estado de Direito

O projeto Direito no Cárcere, coordenado pela advogada e jornalista, Carmela Grüne, celebra o aniversário de cinco anos de atuação no Presídio Central de Porto Alegre. A iniciativa beneficiou mais de 650 detentos em tratamento de dependência química promovendo palestras, oficina de composição, artes plásticas, literatura, fotografia e vídeo, além da prática esportiva.

Na sua concepção inova por utilizar a tecnologia como ferramenta de inclusão social, desenvolvendo a primeira plataforma de expressão de detentos em regime fechado no Brasil, pelo YouTube/Vlogliberdade, Facebook.com/DireitonoCarcere e Blog Direito no Cárcere com a divulgação de vídeos, fotografias e textos dos detentos.

Para Carmela “abrimos uma janela importante de comunicação dessa população com a sociedade. É fundamental para o enfrentamento da violência a prática de políticas públicas para reduzir o discurso de intolerância, de preconceito e de ódio aos detentos, haja vista que quanto mais alimentamos esses sentimentos negativos pior é o retorno na vida em sociedade. Portanto é elementar a ampliação das iniciativas que desenvolvemos para redução da violência em Porto Alegre. Em 2015 assinamos convênio com o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, através da VEPMA, o qual colabora muito para implementação das ações que organizamos investindo recursos financeiros. Todos os relatórios de prestação de contas estão disponíveis na internet no site www.estadodedireito.com.br”.

Leia matéria completa

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.