Um mundo dentro de outro mundo : educação prisional no Estado de Pernambuco

Autor: Francisco Carlos de Figueiredo Mendes

Resumo: O presente trabalho de pesquisa teve como objetivo analisar as propostas educacionais desenvolvidas na colônia penal feminina do Recife e no Presídio Professor Aníbal Bruno, a partir do exame das documentações oficiais do Governo do Estado de Pernambuco e das unidades prisionais, e identificar a percepção dos apenados e dos educadores sobre os ditos projetos. A pesquisa, de base qualitativa, envolveu uma análise documental, bem como a realização de entrevistas com 18 pessoas e nesse total, a aplicação de questionários junto a 06 docentes que atuam nas escolas dos citados presídios. Foram entrevistados (as) também 06 presos (as) que estudam e 06 presos (as) que não estudam. A análise dos dados obtidos, associada à pesquisa bibliográfica pertinente a esse estudo, permitiu identificar, dentre outras coisas que, apesar dos textos oficiais, até certa medida, apontarem as necessidades para que o trabalho pedagógico contribua com a formação crítica e com a autonomia dos (as) educandos (as) – a estrutura física e superlotação dos presídios, a falta de assistência às necessidades básicas do aprisionado, o entrave entre segurança e trabalho pedagógico, o distanciamento entre as formações oferecidas aos professores que atuam no sistema prisional e a realidade vivenciada por esses, não permitem a implantação competente de tais projetos. A falta de um maior acompanhamento das secretárias de Educação e Ressocialização impede um melhor desenvolvimento das propostas educacionais

Orientador: Flávio Henrique Albert Brayner

Área de concentração: Educação

Instituição:  Universidade Federal de Pernambuco / Ano: 2011

Download: PDF

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.