Sistema socioeducativo, EJA e práticas em psicologia: um estudo acerca da articulação entre o normativo, o teórico e o realizado

Autor: Núbia Vieira de Souza

Resumo: Esta pesquisa se propôs à problematização entre o prescrito e o realizado pelas Equipes Técnicas das Unidades Socioeducativas de privação de liberdade com enfoque na prática do profissional da psicologia, nos atendimentos realizados junto a adolescentes que cumprem medida socioeducativa considerando o eixo educação como meio para discutir os elementos que atravessam o processo de responsabilização diante do ato infracional cometido para além da dimensão individual. Como meio de produção de conhecimento foi abordado o olhar da Epistemologia Qualitativa fundamentado no método construtivo-interpretativo defendido por Fernando González Rey, a partir da leitura de documentos (Planos Individuais de Atendimento – PIA e Relatórios de Desligamentos) e realização de grupo focal. Nessa perspectiva, foi realizada análise sobre algumas narrativas individualizantes que endossam e contextualizam a reificação do ato infracional e do determinismo condenatório, assim como apresentam a mortificação do sujeito adolescente e do próprio profissional da psicologia, no qual também está submetido a condições adoecedoras. Tais análises foram fundamentadas no âmbito da educação a partir das reflexões propostas pela Pedagogia Libertadora de Paulo Freire, em termos da construção dialética entre a autonomia e a heteronomia nos processos educacionais, bem como a compreensão do sentido e do significado atribuídos à prática socioeducativa, tendo como fundamentação teórica a Psicologia Histórico-cultural, inaugurada por Vygotsky. A relevância de tal compreensão incide na possibilidade de reinvenção da práxis e corrobora a importância no campo de discussões da Educação de Jovens e Adultos, considerando que a educação e a prática que se apresenta de forma libertadora pode acontecer intrinsecamente como meio das interações e no encontro entre os sujeitos, e não necessariamente nos espaços oficiais de escolarização.

Orientador: Walter Ernesto Ude Marques

Área de concentração: Educação

Instituição: Universidade Federal de Minas Gerais Ano: 2020

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *