Práticas educativas em contexto prisional

Autor: Anabela Rosinha Grifo Cunha

Resumo: O presente trabalho surge no âmbito do Ciclo de Estudos Conducente ao Grau de Mestre em Ciências da Educação, na área de especialização de Formação de Adultos. Consiste em analisar o modo como é realizada a ocupação do tempo entre os reclusos no contexto prisional e identificar experiências, motivações e interesses dos adultos reclusos. Tendo como principal objetivo desenvolver práticas educativas dentro da prisão, de forma a promover o bem estar físico e psíquico da população reclusa. Trata-se de um trabalho de projeto pensado a partir da análise da prática profissional da autora, e visa conceber um projeto de intervenção que permite a ocupação do tempo dos reclusos através de atividades que promovam a valorização das suas experiencias, a troca de saberes, a criatividade e a reflexão. Os testemunhos dos entrevistados partem de uma visão negativa do sistema evidenciando as fragilidades do estabelecimento prisional ao nível de atividades implementadas para ocupar o tempo dos reclusos e vai até a uma visão promissora do trabalho que se pode desenvolver a nível de atividades lúdicas e físicas.

Orientador: Carmen Cavaco

Área de concentração: Ciências da Educação

Instituição:  Universidade de Lisboa / Ano: 2013

Download: PDF

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.