Os três momentos pedagógicos no ensino de matemática para educação de jovens e adultos em privação de liberdade

AutorLuzia Gaióski

Resumo: A Educação de Jovens e Adultos (EJA) possui particularidades próprias e essas ficam mais evidentes no trabalho com educandos jovens e adultos privados de liberdade. A disciplina de Matemática dentro ou fora da prisão é considerada por muitos como “difícil”, abstrata, com muitas fórmulas e teoremas. Seguindo especificidades estabelecidas pela segurança no ambiente prisional, as aulas de Matemática assumem características convencionais. Assim, o presente trabalho tem como objetivo avaliar a contribuição de uma proposta de abordagem, baseada nos Três Momentos Pedagógicos (3MP), aliada a Resolução de Problemas para o Ensino de Matemática, especificamente na Educação de Jovens e Adultos da Penitenciária Estadual da cidade de Ponta Grossa – PR. A pesquisa, com enfoque qualitativo, foi desenvolvida junto aos alunos do regime fechado, matriculados na disciplina de Matemática, no decorrer do ano de 2018. Para isso, foi proposto um trabalho com abordagem nessa metodologia, a fim de, rever conceitos matemáticos sobre medidas de comprimento, aplicados em situações problemas. Considerando o quadro teórico estabelecido, a pesquisa ação foi desenvolvida no decorrer de dez aulas e tomou-se por base os estudos de Delizoicov, Angotti e Pernambuco (2002) da área de Ensino de Ciências e Dante (1998), Onuchic (1999) pesquisadores sobre Resolução de Problemas no Ensino de Matemática. Os dados foram coletados por meio de questionários constituídos de perguntas abertas e entrevistas coletivas, fotografias e narrativas. A postura dialógica, a participação nas aulas, a interpretação das respostas aos questionários e as transcrições das entrevistas mediante a pesquisa ação sugerem que a metodologia empregada é um diferencial nas aulas de Matemática no ambiente prisional. Os resultados obtidos com essa pesquisa evidenciam que esta proposta de abordagem auxilia na apropriação dos conceitos matemáticos, na leitura das situações do cotidiano e na resolução de problemas. Como produto educacional oriundo desse estudo, foi elaborado um Caderno de estratégias pedagógicas, contendo a descrição da proposta.

Orientador: Antonio Carlos de Francisco

Área de Concentração: Ensino de Ciência e Tecnologia

Instituição:  Universidade Tecnológica Federal do Paraná / Ano: 2019

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.