“Liberta-me” : um estudo sobre a educação artística num estabelecimento prisional

Autor: Célia Cristina da Silva Ferreira

Resumo: O trabalho de investigação apresentado pretende alertar para a importância da educação artística no crescimento do ser humano, neste caso em particular, no desenvolvimento da autorrepresentação e autoconhecimento de pessoas privadas da sua liberdade. É apresentado um estudo de caso, construído com métodos qualitativos inerentes à investigação-ação, no Estabelecimento Prisional de Guimarães, com a utilização de práticas próprias das artes visuais, de forma a potenciar a autoanálise e o autoconceito para uma reflexão e potenciamento humano. Uma investigação de construção conjunta, iniciada em 2012, colaborativa e participada por todos os seus agentes (investigadora e reclusos/estudantes), que ainda se encontra em ação. E que coloca questões vinculadas à Educação Artística Formal de Adultos (privados de liberdade), identidade e contemporaneidade, com exemplos de experiências concretizadas em contexto real.

Orientador:  Ângela Saldanha

Área de concentração: Arte e educação

InstituiçãoUniversidade Aberta Ano: 2018

Download: PDF

Tags , , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.