Entre a grade e a liberdade: desafios e possibilidades da educação para a ressocialização no presídio Sargento Jorge em Coromandel/MG no período 2018-2019

Autor: Charles Magalhães de Araújo

Resumo: O presente trabalho é resultado da pesquisa de mestrado no Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais (Mestrado – PPGCS) da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), tendo como objetivo analisar o contexto da educação na Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio – 2º endereço, localizada no interior do Presídio Sargento Jorge na cidade de Coromandel/MG no ano de 2019, abordando sentidos e significados dos professores, dos alunos privados de liberdade e dos agentes penitenciários a respeito dos desafios e das possibilidades da educação para a ressocialização. Esta pesquisa, que é de campo qualitativo, se torna relevante devido à necessidade de um olhar crítico sobre a realidade vivida no interior das unidades prisionais e também colaborar na estimulação sobre a viabilidade das propostas de trabalho existentes, visando a fomentar a elaboração de novas propostas pautadas na legislação vigente, mas que considerem a realidade concreta que passa os reeducandos matriculados na escola do presídio. Buscando um referencial teórico voltado para o materialismo histórico e dialético de Marx e de acordo com a problemática proposta neste estudo, procuramos discutir sobre as relações do trabalho e capitalismo, a gestão da miséria, a lógica do encarceramento e as bases e funcionamento da educação dentro do sistema prisional. Frente a estes aspectos, optamos por realizar a pesquisa no Presídio Sargento Jorge, localizado em Coromandel/MG, onde existe uma escola prisional na qual professores, alunos privados de liberdade e agentes penitenciários mantém relações sociais de formas diversas. Nesse sentido, na introdução são discutidos o caminho de pensamento, os procedimentos da pesquisa e a estrutura da dissertação. No primeiro capítulo foram discutidos conceitos fundamentais para a compreensão da análise propostas, os quais são trabalho e capitalismo; miséria econômica e sua gestão; o encarceramento; a ressocialização. No segundo capítulo foram discutidos os principais aspectos da educação no contexto do sistema prisional. No terceiro capítulo foi proposta a análise e discussão dos dados colhidos durante as entrevistas com os participantes no interior da unidade prisional, compreendendo as vivências e olhares frente à realidade social em que vivem, abrangendo o cárcere e a escola prisional. Por fim, os resultados possibilitaram compreender os sentidos e significados aos quais os participantes da pesquisa formulam com relação aos desafios e as possibilidades da educação dada na unidade prisional com relação à ressocialização.

Orientador: Fabiane Santana Previtali

Área de concentração: Ciências Sociais

Instituição:  Universidade Federal de Uberlândia Ano: 2020

Download: PDF

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.