A socioeducação e Direitos humanos : um estudo do projeto “A Arte do Saber”

Autor: Clawdemy Feitosa e Silva

Resumo: O presente trabalho tem como objetivo analisar o projeto de leitura – “A Arte do Saber” aplicado na Unidade de Internação de Santa Maria-DF (UISM) desde 2014, no qual por meio do incentivo à leitura, busca possibilitar autonomia, protagonismo juvenil e cidadania como proposta de reinserção social de medida socioeducativa em regime de internação, através de práticas educativas em direitos humanos e cultura de paz. Ao ter acesso aos referenciais teóricos para melhor compreensão do objeto, delimitamos aspectos conceituais, políticos e de normatizações sobre educação, direitos humanos, educação em e para direitos humanos, cidadania e sobre a socioeducação por ser o ambiente de ação da Arte do Saber. A socioeducação tem sido um tema recorrente em nossa sociedade brasileira, diversas violações de direitos humanos ocorrem aos adolescentes no cumprimento de medidas socioeducativas. O histórico das legislações internacionais e nacionais busca garantir os direitos da criança e do adolescente, cabendo, portanto, às medidas socioeducativas cumprirem seu papel na reinserção social. A metodologia foi consolidada na pesquisa qualitativa com procedimentos de análise documental do projeto, observações e entrevistas semiestruturadas com os socioeducandos, professores e socioeducadores da UISM. A pesquisa de campo ocorreu em outubro de 2016 a janeiro de 2017, e a análise dos resultados foi elaborada logo após a construção das informações. Após os resultados, as discussões, sob a luz do aporte teórico, foram selecionadas em quatro partes neste trabalho: Apresentação do projeto de leitura a Arte do Saber como proposta de reinserção social; Adolescentes e o projeto na UISM; Educadores em práticas educativas na promoção de cidadania; e, Socioeducadores na aplicação do projeto a Arte do Saber como cultura de paz e direitos humanos. Os resultados sobre o presente projeto – a Arte do Saber, possibilitaram novas reflexões e discussões em suas práticas pedagógicas pautadas numa educação em e para direitos humanos, de conscientização histórica e dialógica, para não intentar contra qualquer tipo de violação de direitos humanos e nesse sentido, impossibilite o processo de reinserção social.

Orientador: Regina Lúcia Sucupira Pedroza

Área de concentração: Direitos Humanos e Cidadania

Instituição:  Universidade de Brasília / Ano: 2017

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.