A prática docente da EJA: o caso da Penitenciária Juiz Plácido de Souza em Caruaru

Autor: Maria da Conceição Valença da Silva

Resumo: A pesquisa buscou compreender a prática docente da Educação de Jovens e Adultos/EJA na Penitenciária Juiz Plácido de Souza/PJPS, situando-a no interior da finalidade da educação. Discutimos o conceito de EJA, buscando entender a sua expressão no âmbito prisional. Abordando a investigação a partir da visão dialética freireana, refletimos a finalidade da educação escolar, com ênfase na finalidade da escola na prisão. Nessa construção, analisamos a organização e a efetivação do trabalho das professoras em sala de aula. Como procedimentos, numa aproximação com o estudo etnográfico, valemo-nos da observação, do questionário, da entrevista, da análise documental e de seminários. O estudo revelou que, intencionalmente, a prática docente da EJA na PJPS aproxima-se de uma concepção de educação transformadora, cuja finalidade é contribuir com a (re)construção de atitudes e de valores dos presos/alunos. Identificamos esse mesmo ideal nos documentos da Secretaria de Educação e Cultura/SEC e da Secretaria de Defesa Social/SDS de Pernambuco. Contudo, esses documentos e seu ideário não são trabalhados sistematicamente com as professoras. Elas exercem a docência de acordo com as possibilidades existentes em suas condições de trabalho, bem como dos livros didáticos de que dispõem e da sua compreensão do que deve ser a educação e, especialmente, a escolarização no nível inicial. Nesse processo, vão enfrentando as situações a partir dos saberes elaborados nas experiências do dia-a-dia e como permitem a situação profissional e de trabalho

Orientador: João Francisco de Souza

Área de concentração: Educação

Instituição: Universidade Federal de Pernambuco  / Ano: 2004

Download: PDF

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.