A oferta de educação no cárcere: uma análise da experiência no presídio alvorada de Montes Claros/MG

Autor: Roberta Cardoso Silva

Resumo: O presente trabalho tem por objetivo analisar a experiência da oferta de educação no ambiente prisional, observando as representações das reeducandas matriculadas na educação básica e da equipe de educadores envolvidos. Pretende-se ainda verificar de que maneira o Estado contribui para implementar a assistência educacional junto aos estabelecimentos penais. Percebe-se que esses estabelecimentos, em sua maioria, não dispõem de espaço e infraestrutura adequada para que o detento cumpra a pena, com efeito, mais difícil se torna a garantia dos direitos que não foram cerceados pelo fato de a pessoa estar encarcerada. Esses fatores dificultam demasiadamente o processo de ressocialização do penitente, para tanto, considera-se que a educação pode vir a ser uma alternativa no processo de reintegração. Acreditamos que, por meio do acesso às práticas educacionais, o detento possa fazer uso proveitoso dos conhecimentos, valores e práticas disseminados pela seara instrucional. Desse modo, o reeducando tem a chance de vislumbrar uma vida diferente daquela que motivou o encarceramento, agora como um sujeito emancipado, gozando de autonomia e responsabilidade na tomada de decisões e no direcionamento do seu futuro. A pesquisa apresentada é de caráter qualitativo, nesse contexto, realizamos um estudo de caso, lançamos mão das técnicas de entrevista, de observação e de análise documental. A análise e interpretação dos dados coletados foram confrontadas e relacionadas com o referencial teórico que conduziu este trabalho.

Orientador: Elton Dias Xavier

Área de concentração: Desenvolvimento Social

Instituição:  Universidade Estadual de Montes Claros Ano: 2015

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.