A formação de princípios norteadores para o resgate e ressocialização de adolescentes vulneráveis e infratores: aspectos teológicos e pedagógicos

Autor: Januza de Araujo Bartilotti

Resumo: O objeto de estudo da presente dissertação é a situação de vulnerabilidade de adolescentes infratores. Diante disso, assume-se uma relação dialógica entre a Teologia e a Pedagogia, de modo a possibilitar o bem comum a todos. Dessa relação possível, percebe-se que o ato mobilizador participativo encontrado constantemente nas igrejas cristãs é parte de um regime democrático de cidadania que não pode ser negligenciado. Problematiza-se, assim, a existência (e necessidade) de modelos ou princípios norteadores essenciais na reintegração de um adolescente vulnerável e infrator, com o fito maior de romper as barreiras ainda existentes do preconceito, da marginalidade e da exclusão que permeiam a cruciante realidade da sociedade brasileira. Dito isso, é emergencial a busca incessante por paradigma(s) que sirva(m), nos planos individual e coletivo, como fio(s) condutor(es) para aflorar a cidadania ainda latente. Pensar em adolescentes infratores, antes de qualquer avaliação, é percebê-los não só como algozes, mas também como vítimas de uma sociedade hipócrita e indiferente, que maltrata, que camufla sua falsa verdade e agride “o outro”, negando-lhe direitos e impondo-lhe deveres. Ademais, apura-se o papel do Estado na vida dos jovens, a partir das políticas públicas e dos direitos legais vigentes para o público em questão, reconhecendo-se, ao mesmo tempo, o papel transformador (e possível) da família e da escola.

Orientador: Laude Erandi Brandenburg

Área de concentração: Religião e Educação

Instituição:   Faculdades EST Ano: 2018

Download: PDF

Tags , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.