A educação prisional e o ensino para a liberdade

Por: Ingrid Matsuoka A educação prisional no Brasil tem uma árdua tarefa: incluir não só quem a sociedade exclui, mas também quem a escola abandonou. Dos 726,7 mil presos em todo o país, 70% não concluíram o Ensino Fundamental, 92% não terminaram o Ensino Médio, 8% são analfabetos e menos de 1%… Continue reading

Cárcere e literatura: mulheres encarceradas publicam livro de poesias em SP

Por Amanda Stabile e Juliana Santoros, especial para Ponte “A todas as Rita’s, as Cristiane’s às negras, às brancas ou às pardas – se bem que pardo é um papel A todas que viram e lembraram que, por fim, é só rodar a baiana e tirar o pijama pular da… Continue reading

Leituras que libertam: a experiência de um clube do livro no cárcere

O afastamento das mulheres e da população negra dos espaços de educação formal sempre foi uma estratégia utilizada pelo Estado “(…) interessante essa pegada do racismo que vocês trouxeram. Eu sempre achei que fosse uma questão de dinheiro, mas vocês me colocaram pra pensar”. Foi essa fala que escutamos de uma… Continue reading

Menores que cumprem medidas sócioeducativas agora são atendidos pelo CREAS

O acompanhamento a menores que cumprem medidas sócios educativas que antes era feito pelo CEDEDICA, agora passou ao Centro de Referências em Assistência Social- CREAS, serviço da Secretaria de Promoção e Desenvolvimento Social. O serviço atende com uma equipe multi profissional em prédio do antigo Fórum na Praça Getúlio Vargas…. Continue reading

Internos do CRC participaram de Olimpíada de Matemática

O Centro de Recuperação do Coqueiro (CRC), por meio do setor de educação da unidade, realizou a 1° Olimpíada de Matemática da unidade na manhã desta segunda-feira (20). Com o tema “Descobrindo Novos Talentos”, a ação contou com a participação de 20 internos. O objetivo da ação é prepara-los para… Continue reading

Witzel acredita que menores liberados de unidades socioeducativas não poderão frequentar escolas: ‘São problemáticos’

Jovens infratores vão cumprir regime domiciliar após decisão judicial. No RJ, serão cerca de 400 adolescentes liberados para diminuir superlotação de unidades. O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, afirmou nesta segunda-feira (10) que o sistema público de Educação não poderá receber os adolescentes que forem liberados das unidades… Continue reading