Vigiar e punir e os estudos prisionais no Brasil

Autor: Fernando Salla

Resumo: O artigo apresenta o percurso da obra Vigiar e punir, de Michel Foucault, nos estudos prisionais no Brasil. Discute o contexto social, político e acadêmico em que a obra chegou ao Brasil e como foi incorporada aos estudos prisionais, principalmente no campo das ciências sociais, desde os anos 1970, e no curso da democratização. O argumento principal do artigo é que a obra foi, nesse período, amplamente utilizada pelos estudiosos da temática mais como referência do que efetivamente como inspiração teórica e metodológica das pesquisas que foram feitas nas ciências sociais.

Download: PDF

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.