Reflexões sobre concepções pedagógicas na educação de jovens e adultos em espaço de privação de liberdade: experiência num presido feminino

Autor: Fabiana Moura Maia Rodrigues

Resumo: O presente artigo pretende refletir sobre práticas e concepções pedagógicas na educação de jovens e adultos em privação de liberdade na perspectiva da educação enquanto um espaço de humanização em oposição a desumanização fabricada nas prisões. O debate sobre o direito à educação e sua efetivação se propõe a questionar a baixa oferta e a grande demanda por escolarização no sistema penitenciário e caminha no debate do papel da educação na privação de liberdade e das questões norteadoras de praticas pedagógicas que reconheçam os imperativos e a diversidade da educação escolar nesse contexto. Apresentamos uma experiência de atividade realizada em uma escola inserida em uma unidade prisional feminina que se fundamentou nos pressupostos da Educação de jovens e adultos. Por fim, concluímos que a educação nas prisões já é um direito mas que precisa ainda ser garantido, e precisamos romper com os entraves e discursos que pautam a educação nas prisões a partir de uma perspectiva instrumental e funcional na garantia da ressocialização para pensarmos numa educação ao longo da vida.

Download: PDF

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.