Reeducandos do sistema prisional: perfil e percepções a cerca da leitura

Autor: Marizangela Gomes Morais, Sandra Lúcia Freire Costa

ResumoA presente pesquisa busca analisar a Biblioteca no estabelecimento prisional. Trata-se de uma pesquisa básica quanto à natureza do estudo de caso, da Biblioteca do Núcleo de Custódia do Sistema Prisional de Goiás. É uma pesquisa de natureza qualitativa, quantitativa tendo como sujeitos de pesquisa 50% dos reeducandos de uma unidade Prisional de Goiás. O estudo visou identificar o perfil dos reeducando bem como suas percepções e habitos sobre leitura assim como os benefícios esperados em relação aos materiais de leitura, quantidade e o tempo gasto com a leitura; os sentimentos e o reconhecimento da Biblioteca prisional. Os resultados encontrados demonstram que os indivíduos encarcerados se rendem a leitura e de seus benefícios, solicitando oportunidades de acesso a Biblioteca do estabelecimento prisional, com incentivo ao uso da leitura com objetivo ressocializador. 

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.