Por uma biblioteconomia mais social: interfaces e perspectivas

Autor: Catia Lindemann, Daniela Spudeit, Elisa Cristina Delfini Corrêa

Resumo: Por meio de uma discussão teórico-prática, o presente trabalho objetiva apresentar considerações em relação às interfaces e perspectivas da Biblioteconomia Social enquanto objeto de pesquisa e de atuação na sociedade. Existe a necessidade de promover o acesso e mediação da informação tanto no ambiente digital quanto nos ambientes analógicos tradicionais, para que as pessoas sejam capazes de refletir e desenvolver um senso crítico para exercer seus direitos, sua cidadania e viver em uma sociedade mais justa e igualitária. Caracteriza-se como uma pesquisa descritiva e exploratória de acordo com o objetivo e bibliográfica em relação aos meios utilizados. Conclui-se que se faz necessário um repensar teórico e prático na formação e atuação do bibliotecário na atualidade, que seja capaz de quebrar paradigmas e buscar meios de corresponder às demandas de informação todas as pessoas, levando a profissão a reestruturar-se a fim de tornar-se socialmente relevante no cotidiano on e off line em uma nova sociedade que se configura cada vez mais colaborativa e conectada.

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *