O processo de ensino-aprendizagem dos apenados no Complexo Penitenciário Agrícola Dr. Mário Negócio em Mossoró/RN

Autor: Wigna de Bergman da Silva

Resumo: O seguinte artigo nos direciona de forma sucinta e sistematizada a abordagem acerca do processo de ensino-aprendizagem dos apenados no Complexo Penitenciário Agrícola Dr. Mário Negócio, apresentando uma breve reflexão que trata da educação no Brasil, especificamente da educação de jovens e adultos (EJA) no estabelecimento prisional da penitenciária Dr. Mário Negócio, em Mossoró-RN. Nosso objetivo é discorrer sobre o processo de ensino-aprendizagem como meio de ressocialização, mostrando a legislação vigente a respeito do tema, conforme previsto em alguns dispositivos da Lei nº 7.210, de 11 de julho de 1984 (Lei de Execução Penal-LEP) e na Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996 (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional-LDBEN), dentre outras. Para o desenvolvimento do tema utilizamos a pesquisa exploratória que tem como objetivo desenvolver, esclarecer e modificar os conceitos e ideias a respeito do assunto em estudo. De início foi realizado uma pesquisa bibliográfica, que permite ao pesquisador a cobertura de uma gama de fenômenos muito mais ampla, na pesquisa de autores que também apresentam contribuições como dissertações e teses analisadas e outros que discutem sobre a mesma temática, como também a consulta em leis, normas e posicionamentos acerca do tema. E, na sequência a elaboração e aplicação dos questionários para a coleta de dados, análise e interpretação dos dados.   Nessa perspectiva, considerando os objetivos do estudo que deu origem a este artigo, em articulação com os resultados alcançados, acreditamos que só será possível transformar a realidade com mais investimentos na educação prisional.

Download: PDF

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *