Leitura e escrita – ações libertárias

Autor: Rosemary Lapa de Oliveira, Andréa Betânia da Silva, Maria Alba Guedes Machado Mello

Resumo: Este artigo apresenta as ações de leitura para remição de pena para os privados de liberdade em regime fechado ou semiaberto. As ações de leitura e escrita denominada: LEITURA E ESCRITA – Ações Libertárias teve parceria com o Colégio Professor George Fragoso Modesto, situada no Complexo Prisional Lemos Brito, sediada em Salvador-Ba e abarcou duas turmas de sentenciados. A ação foi apresentada na modalidade de curso de extensão, chancelado pela Universidade do Estado da Bahia – UNEB e priorizou o espírito de valorização dos diferentes momentos e tipos de aprendizagem associado à oferta de ações complementares de constituição de sujeitos leitores no contexto prisional, considerando experiências pioneiras no Brasil. A proposta de constituição de leitores intercríticos, autônomos e situacionados entende que a leitura conduz o sujeito a considerar várias possibilidades de atribuições de sentidos aos textos; que ler é processo de elaboração/criação constante de nossas vidas, de nossas práticas; e que, nesse processo, o contexto interfere na compreensão do sujeito, mas não é determinante. O curso de extensão Leitura e Escrita: Ações Libertárias foi oferecido com carga horária de 60 horas, entre os dias 08 de agosto a 14 de dezembro de 2017, nas dependências do Complexo Prisional Lemos Brito, através da metodologia de rodas de leitura. Os resultados obtidos, além de remir a pena em duas semanas para os privados de liberdade, promoveu o enleituramento dos cursistas e o desejo da aprendizagem cada vez maior da decifração do código linguístico e da apropriação da leitura autônoma e crítica.

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.