Indícios de saberes docentes de uma futura professora de química que estagia no sistema prisional

Autor: Mari Inez Tavares, Iara Rocha Koniczna, Larissa Busan Feitosa Peres, Paulo Rogério Garcez de Moura

Resumo: O objetivo desta pesquisa é responder a seguinte questão: quais os indícios de saberes docentes apontados no diário de bordo de uma licencianda em Química Ead que atua no sistema prisional? A relevância desse estudo se justifica na necessidade de se pensar o estágio obrigatório como um dos elementos-chave da articulação entre teoria e prática visando a superação das racionalidades técnica e prática, uma vez que o ensino à distância, dada as suas características organizacionais pode acentuá-las. Por outro lado, é preciso pensar nas particularidades do ensino de Química no sistema prisional, uma vez que não é corrente discutir sobre a educação do encarcerado nas licenciaturas e nem nas pesquisas que envolvem o ensino/educação em Química.

Download: Tavares_Koniczna_Peres_Moura_Periódico Scientia Naturalis

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.