Educação prisional no âmbito do IFRN: da oferta à efetivação

Autor: Francisco Augusto Cruz de Araújo, Jacqueline Fernandes de Gusmão Neves Pessanha, Klébia Ribeiro da Costa, Edneide da Conceição Bezerra

Resumo: O presente artigo tem por objetivo descrever como se efetiva o processo de inclusão de pessoas privadas de liberdade no âmbito do ensino superior à distância do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), mais especificamente no Curso Superior de Gestão Ambiental. Descrevemos, assim, os caminhos percorridos desde a oferta até as dificuldades encontradas no processo de efetivação do curso aos apenados. A metodologia utilizada foi a do estudo de caso, no qual enfatizamos a análise em três dimensões da ação em curso: a recepção de alunos privados de liberdade, as estratégias didáticas e pedagógicas escolhidas para a garantia da permanência desses alunos e a perspectiva de construção de uma política institucional para atendimento desse público. Como resultado, constatamos que se faz imprescindível a abertura do IFRN para a garantia da inclusão de pessoas privadas de liberdade, para a responsabilidade social da garantia da oferta de educação no sistema prisional e a possibilidade que as instituições têm de expandir-se e possibilitar novas formas de promoção da cidadania por meio da educação, inclusive para aqueles que estão em situação de privação de liberdade.

Download: PDF

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.