Educação, pedagogia e justiça social no ensino superior em ambiente prisional

Autor: José António Marques Moreira, Sara Marisa da Graça Dias do Carmo Trindade

Resumo: O mundo em permanente transformação, veloz, universal e em rede, e o advento da Internet propiciaram o surgimento de uma sociedade em rede marcada por mudanças acentuadas na economia, impulsionando o nascimento de novos paradigmas, modelos, processos de comunicação educacional e novos cenários de aprendizagem. É, precisamente, um desses novos cenários que pretendemos analisar, descrevendo o seu impacto no autoconceito académico de vinte estudantes reclusos da Universidade Aberta, Portugal, a partir da análise qualitativa das suas perceções e narrativas e tendo como referencial o Modelo Pedagógico desenvolvido por Moreira (2017) para o desenho de e-atividades de aprendizagem centradas na “desconstrução” de imagens em movimento. Os resultados mostram que o design do ambiente, ancorado neste modelo e na utilização de tecnologias audiovisuais, pode ter efeitos muito positivos no autoconceito académico dos estudantes do ensino superior, a nível das diferentes dimensões consideradas: Motivação, Orientação para a Tarefa, Confiança nas suas Capacidades e Relação com os Colegas. São discutidas as implicações dos resultados encontrados, tanto do ponto de vista de intervenção prática, quanto em termos de investigações futuras.

Download: PDF

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.