Educação não escolar na Fundação CASA – SP: jovens em situação de privação de liberdade e construção de projetos de vida

Autor: Julio Cesar Francisco, Elenice Maria Cammarosano Onofre

Resumo: O presente artigo, resultado de pesquisa de caráter bibliográfico, tem como objetivo contextualizar o Centro de Atendimento Socioeducativo ao Adolescente – Fundação CASA e suas características institucionais na atualidade, bem como evidenciar algumas práticas sociais não escolares que podem contribuir para a educação de jovens que se encontram em situação de privação de liberdade, embasadas na pedagogia libertadora de Paulo Freire. Para tanto, apresenta-se a instituição, ao longo da história e os avanços conquistados com base no Estatuto da Criança e do Adolescente, firmando-se como espaço não punitivo, e que, através de práticas sociais não escolares, permeadas pelo respeito aos direitos dos jovens, promovem aprendizagens que nem sempre aconteceram em suas trajetórias, marcadas pela vulnerabilidade e pelo estigma. Procura-se evidenciar que, como instituição educativa e utilizando-se de práticas anunciadoras da autonomia, a CASA pode se constituir em espaço de partilha, de convívio respeitoso, conscientização e humanização, o que permite aos jovens tomar em suas mãos a própria história, tornando-se artífices de um destino que lhes sejam mais apropriado e em consonância com um mundo mais justo e fraterno.

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.