Educação encarcerada: um estudo sobre mulheres reclusas e estudantes na capital de Minas Gerais

Autor: Lúcio Alves de Barros, Caio César Sousa Marçal

Resumo: A política de segurança pública nos últimos anos no Brasil tem sido posta em questão devido ao caos do sistema penitenciário. A privação de liberdade como retribuição não cumpre e é incapaz de exercer sua função de ressocialização. O trabalho em apreço busca a compreensão nas relações sociais por meio das representações, valores, crenças e significados apresentados no cotidiano das mulheres em regime de privação de liberdade que frequentam a instituição escolar no Complexo Penitenciário Feminino São Pedro Nolasco, situado em Belo Horizonte (MG). Os resultados das entrevistas permitiram verificar que as detentas estudantes veem a escolarização como possibilidade de novas perspectivas na vida, apesar das tensões existentes com os superiores e a precária estrutura oferecida para a educação no presídio.

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.