Educação de jovens e adultos no contexto prisional: limites e possibilidades no maciço de Baturité/CE

Autor: Elcimar Simão Martins, Ana Lúcia Nobre da Silveira, Elisangela André da Silva Costa

Resumo: A educação escolar no contexto prisional apresenta-se como resultado de lutas e efetivação de políticas públicas e possui o propósito de reeducar e reintegrar o privado de liberdade para o convívio em sociedade. Nesse contexto, a presente pesquisa teve como objetivo investigar as contribuições da educação para as pessoas privadas de liberdade no Maciço de Baturité-CE. Esta investigação está fundamentada em uma abordagem qualitativa, por meio de um estudo de casos múltiplos em virtude da educação em prisões ser um fenômeno denso, complexo e contemporâneo, desenvolvido em um contexto da vida real. Além da revisão bibliográfica, como forma de aproximação com a realidade, foram realizadas entrevistas com uma representação dos sujeitos participantes do processo educacional carcerário, diretor administrativo da unidade prisional, educandos privados de liberdade e professoras responsáveis pela educação em prisão nas unidades prisional nos municípios de Pacoti, Aracoiaba e Ocara, pertencentes à região do Maciço de Baturité-CE. Os resultados apontam para a efetividade do processo de ensino aprendizagem, por meio das práticas pedagógicas da educação de jovens e adultos, além das participações e obtenção e êxito nas avaliações externas, com certificação do nível médio e inserção ao nível superior, constatando a superação da ociosidade e compreendendo que tais ações influenciam no processo de ressocialização dos privados de liberdade.

Download: PDF

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.