Educação ambiental no sistema prisional paranaense

Autor: Miriam Machado Cunico, Marilis Dallarmi Miguel, S. F. T. SALVADOR

Resumo: Este artigo relata a aplicação de uma proposta de Ensino de Química voltada para a Educação Ambiental em turma de Ensino Médio de EJA (CEEBJA Dr. Mário Faraco) na Colônia Penal Agrícola do Sistema Penitenciário Paranaense. Tal proposta se valeu de um conjunto de ações em sala de aula com objetivo de esclarecer a interação do homem com a natureza, as formas de apropriação e as conseqüências dessas relações na saúde, no equilíbrio ecológico, além de criar oportunidades para que o indivíduo preso entenda que existem alternativas para sobrevivência a partir da reutilização de garrafas PET. Os resultados confirmaram a viabilidade desta proposta de ensino nos espaços prisionais brasileiros.

Download: PDF

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *