Dilemas da educação de jovens e adultos em um presídio feminino de Belo Horizonte

Autor: Lúcio Alves de Barros, Caio César Sousa Marçal, Karen Swerts Maldonado Moreira

Resumo: A atuação no campo da educação inclui o desafio de enfrentar a complexidade em relação ao ensino para jovens e adultos nos presídios. É inconteste que a política de segurança pública no Brasil tem sido interrogada, especialmente ao sistema penitenciário, comumente retratado com um espaço que não promove a ressocialização dos internos.  Este trabalho tem por escopo analisar o dia a dia dos docentes que estão na instituição escolar estabelecida no Complexo Penitenciário São Pedro Nolasco, localizado na cidade de Belo Horizonte. Pesquisar as relações sociais dos atores, sobretudo entre os professores e as mulheres encarceradas que participam desta teia, é o intento maior dessa pesquisa. O trabalho em apreço é de caráter qualitativo e exploratório, onde buscou-se a percepção, valores, crenças e significados expostos pelos entrevistados, assim como a observação do cenário da educação no sistema prisional. Os resultados indicam que o ambiente prisional não oferece condições favoráveis para as presas e para o exercício do trabalho dos docentes.

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.