Ciência na prisão: educação não formal e a formação inicial docente no contexto prisional

Autor: Marina Savordelli Versolato, Ana Paula Moreira Alves, Emerson Izidoro

Resumo: A Banca da Ciência (BC) é uma proposta de intervenções não formais de comunicação dialógica e crítica da ciência. O objetivo desse artigo é investigar os processos interativos no âmbito da difusão científica em espaços de educação não formal – no caso, a Banca da Ciência – entre os mediadores e os educandos jovens e adultos privados de liberdade. Para tanto observamos o processo interativo, no decorrer de duas apresentações da BC, entre os mediadores e o público da Educação de Jovens e Adultos (EJA) privados de liberdade utilizando, para registro, diário de campo e fotos. Também foram promovidos dois grupos de discussão com os mediadores. Com base nas teorias de Vigotski e Freire verificamos, na análise dos dados, indícios objetivos de que a atividade da BC contribuiu com a formação dos mediadores, que são futuros professores, fazendo-os pensar sobre as especificidades do trabalho com o público da EJA.

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.