Análises das atividades de lazer no presídio de Campinas – SP

Autor: Marco Antonio Bettine de Almeida

Resumo: Este artigo busca analisar as atividades de lazer no presídio de Campinas, a partir da “Teoria da Ação Comunicativa” de Habermas. Descrevendo as atividades de lazer no espaço de reclusão como o futebol, televisão, atividades físicas, leituras, festas, visitas, etc. Buscando entender estas atividades a partir da cultura específica em que ocorrem, e demonstrando de que forma a obra de Habermas nos ajuda a compreender a sociabilidade espontânea mesmo no espaço controlado e vigiado.

Download: PDF

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.