Ações socioeducativas em tempos de pandemia

Autor: Kátia Aparecida da Silva Nunes Miranda, Solange Maria de Barros, Juliano Cláudio Alves

Resumo: Neste artigo, propomos refletir criticamente acerca das políticas públicas destinadas à socioeducação em tempos de pandemia causada pelo coronavírus (Covid-19). Propomos ainda mostrar quais são as medidas que estão sendo tomadas pelos governos federal e estadual para mitigar o problema socioeducativo. O trabalho está ancorado na pedagogia crítica e humanística de Paulo Freire, no realismo crítico de Roy Bhaskar e na concepção de socioeducação cunhada por Antônio Carlos Gomes da Costa, como forma de compreender e, consequentemente, de encontrar meios de agir em favor de grupos que estão socialmente em situação de privação de liberdade. Conclui-se pela necessidade de buscar a (re)construção de políticas públicas que garantam o efetivo atendimento socioeducativo a esses jovens, o que se vislumbra ser possível a partir de ações conjuntas envolvendo diversos atores políticos e sociais, a partir do princípio da incompletude institucional.

Download: PDF

Tags , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.