A realidade educacional das unidades prisionais da região missões e noroeste do estado do rio grande do sul: um estudo sobre a existência e a quantidade de pessoas em atividades educacionais e sobre as modalidades de ensino cursadas

Autor: Serli Genz Bölter, Marizete Burin

ResumoO presente trabalho tem por objetivo analisar a realidade educacional das unidades prisionais da região Missões e Noroeste do estado do Rio Grande do Sul, buscando averiguar a existência de pessoas privadas de liberdade em atividades educacionais, a quantidade de pessoas privadas de liberdade em atividades educacionais, e as modalidades de ensino cursadas. Para tanto, realizou-se uma pesquisa com abordagem qualitativa, por meio de uma amostragem não-probabilística, com escopo exploratório e descritivo, e com análise de material bibliográfico e documental, especialmente com dados oriundos do Departamento Penitenciário Nacional. Com a presente pesquisa identificou-se que existem pessoas privadas de liberdade em atividades educacionais na região Missões e Noroeste do estado do Rio Grande do Sul, constatou-se a existência de 360 pessoas em atividades educacionais (de um total de 2.341 pessoas privadas de liberdade), e verificou-se que essas pessoas cursam modalidades de ensino de instrução escolar (alfabetização, ensino fundamental e ensino médio).

Download: PDF

Tags , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.