A educação como direito humano: a importância do acesso de Presos ao ensino profissional

Autor: Pauline Vielmo Miranda, Ascísio Dos Reis Pereira

A educação é um direito de todos e dever do Estado, esta deve ser promovida e  incentivada, como condição da democracia. O papel da educação no cárcere deve ser de educar e reeducar os presos, garantindo uma educação para a vida toda e auxiliá-los a uma visão de mundo e busca por inserção na sociedade. Através  do  ensino  o  presidiário  tem  a  chance  de  humanizar  e  transformar-se  e  essa  necessidade deve  partir  de  uma  demanda  dos próprios.  Como  Freire  (2015)  nos  escreve  ninguém  educa ninguém,  ninguém  educa  a  si  mesmo,  as  pessoas se  educam  entre  si,  mediatizadas  pelo  mundo.  A educação  é  transformadora  quando  se  encontram  pessoas  dispostas  a  transformar  e  deve  ser propiciada de uma forma que seja acolhida pelos detentos. O artigo  tem  por  objetivo  esclarecer  a  importância  da  Educação  Profissional  e  tecnológica  nas Penitenciárias, como uma forma de inclusão e ressocialização dos sujeitos desprovidos de liberdade, buscando  também  ressaltar  a  importância  da  formação  dos  professores  que  estarão  atuando  nesses ambientes.  Além  disso,  destaca-se  a  importância  da  temática  devido  a  pouca  discussão  da  mesma em pesquisas.

Download: PDF

Tags , , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, pós-graduanda em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.