A aprendizagem através do Funk nas medidas socioeducativas: relato de experiência realizada no Centro de Atendimento Socioeducativo (CASE) Santa Maria/RS

Autor: Alícia de Oliveira Gonçalves, Jane Schumacher

Resumo: O Funk é uma das maiores expressões culturais dos estilos de vida e realidade da juventude das periferias brasileiras. Esta juventude na maioria das vezes enfrenta realidades de vulnerabilidade social e violência, o que muitas vezes contribui para o envolvimento desses jovens com o crime. Este artigo discorre sobre o estudo do Funk como processo emancipatório nas medidas socioeducativas do CASE-Santa Maria/RS, e tem como objetivos compreender a importância do Funk como ferramenta de aprendizagem, entender os processos de expressão cultural, política e social dos jovens e contribuir para a eficácia das medidas socioeducativas. Trata-se de uma Pesquisa Qualitativa, utilizando Método de Abordagem Dialético, e como técnica a observação participante através das oficinas do Projeto Leitura, Ação: Dramatização, realizadas no ano de 2018 com jovens em medidas socioeducativa no CASE Santa Maria/RS, no âmbito do convênio entre Universidade Federal de Santa Maria, Ministério Público Estadual e Fundação de Atendimento Socioeducativo. Os resultados observados no desenvolvimento das oficinas foram de reconhecimento dos jovens como sujeitos políticos e sociais e protagonistas da sua história, melhora dos níveis de leitura e construção do conhecimento e reconhecimento do Funk como expressão cultural das suas realidades. 

Download: Gonçalves_Schumacker_RELACult

Tags , , , , .Adicionar aos favoritos o Link permanente.

Sobre Cristina de Carvalho

Arquivista na NTX It Solutions, especialização em Gestão Eletrônica de Documentos pela USCS e MBA em Gestão da Informação em Saúde pela UNISA. Foi Bibliotecária na Faculdade de Ciências e Saúde de São Paulo (FACIS) e Auxiliar de Biblioteca na UNISA. Bibliotecária formada pelo UNIFAI.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.